A ORDEM É VENDER TUDO!!!

Share it Please
“Ricardo Rodrigues Nunes, 38 anos, proprietário da Rede Ricardo Eletro, nasceu na cidade mineira de Divinópolis. Filho de comerciante de jóias, ou melhor, bijuterias, começou a trabalhar aos 10 anos vendendo mexericas na porta de uma faculdade da cidade. “Desde cedo aprendi a me virar. Aprendi isso com o meu pai”, conta. Em 1990, Ricardo abriu uma loja de 20m² onde vendia de tudo, “inclusive ursinho de pelúcia”. Ele afirma que desde o início cobria qualquer oferta do concorrente. Em 1996, o empresário revolveu investir em novos pontos em MG e hoje, possui 240 unidades que geram 8 mil empregos.” Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/noticias/60230/rede-ricardo-eletro-abre-duas-lojas.html

Com a citação acima resumo a minha história e posso dizer que, certo dia recebi um e mail que me fez rir de verdade. Hoje(26 de maio), mas precisamente no fim da noite, estive no laboratório de minha faculdade. Lá como sempre costumo abrir a minha caixa de mensagem e desta vez esqueci de fechar. Para minha surpresa, quando cheguei em casa vi uma carta enviada por mim mesmo, que não enviei, entende?

Deixe-me explicar melhor. Algum idiota enviou de forma anônima com meu próprio nome, essa é a questão. Mas a mensagem é tão ridícula que dei gargalhadas à beça. Como muitos sabem, nasci com uma calculadora na mão e cresci vendendo tudo que encontro pela frente. Minha namorada é uma consultora Natura e quem desejar comprar produtos desta empresa pode falar comigo, afinal de contas vendo tudo, feijão, farinha, rifas, perfumes... Não costumo dar descontos, e ainda digo mais... Só não vendo maconha, por que é crime!

O idiota que escreveu a mensagem garante que me conhece, eu não acredito! O burro ainda pensa que sou viado! Mas, eu aos 25 anos nunca vi um homossexual vendendo cosméticos de revista. Você já viu? Se conhece algum, me diga!

Eu com toda minha experiência de mercado, já presenciei “viados”, DESCULPE-ME A EXPRESSÃO, vendendo roupas de grifes para ganhar medíocres porcentagem, outros vendendo pneus, remédios, ingressos de puteiros para amigos, peças de computadores, revista de mulher pelada. Outros são mais burros ainda, que dá o toba, mais não vende! (Desculpe-me a expressão), mas viado burro, só morto!

Aí, para finalizar, digo ao idiota que pensa que sou viado, que enquanto ele fica lá pensando... Eu estou trabalhando para ser rico, ter dinheiro, vendendo tudo que encontro pela frente. Ainda digo ao otário que pago a mensalidade em dia, mesmo sem vender natura... vendendo natura, ainda sobra troco!
Para entender melhor o teor desse texto, leia o texto do e mail abaixo:
"Rpz... Eu sei que vc não sabe quem eu sou, ou melhor, vc sabe, sem saber... Tipo, na verdade, eu sou vc, e vc sou eu, tá ligado? Tipo..
Eu estou em vc, mas vc não está em mim, embora me contenha, "se é que vc me entende"...
O que eu queria te dizer, na verdade, é que esse negócio de vc ficar vendendo produtos da NATURA não está certo...
Cara, de boa... ACORDA! Isso é coisa de BOIOLA, BAITOLA, SALTA POCINHA, LIBERA BUTICO, MOCINHA, ALEGRE, PURPURINADO... Enfim, é coisa de VIADO, PORRA!
Homem tem que vender peça de computador, revista de mulher pelada, carro e entradas de puteiro para os amigos! Sai dessa vida que é o melhor que vc faz...
Cuida do seu redondo, e entenda que a função dele é outra...
Sem mais,
Sua consciência."

2 comentários:

Roberta disse...

Adorei!!
Venda tudo mesmo...mas olhe lá, viu?? rs

Aura disse...

Venda tudo que pode pegar e que não envolva sentimento. Por exemplo, não venda sua alma nem seu amor. To de prova que é o melhor dos melhores! Deixa esse invasor de e-mail pra lá. Só o que angustia é que essapessoa provavelmente é um de nossos colegas, supostamente amigos. Beijos!